BACHARÉIS DOCENTES: A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NÃO LICENCIADOS

Marizete Bortolanza Spessatto, Celso João Carminati

Resumen


Este artigo visa contribuir com as reflexões acerca da formação pedagógica para docentes com trajetórias acadêmicas e profissionais anteriores distantes do espaço da sala de aula. O foco da análise está na carreira da Educação Básica, Técnica e Tecnológica - EPT que, no Brasil, passou por grande expansão nos últimos dez anos. Ao analisar os depoimentos de vinte docentes do Instituto Federal de Santa Catarina, visamos identificar as trajetórias profissionais e a formação acadêmica desses sujeitos e contribuir com o debate sobre a formação pedagógica para a profissionalização docente (Pimenta e Anastasiou, 2002). A análise permite confirmar a grande atração exercida por concursos públicos sobre as escolhas profissionais de bacharéis de diferentes áreas que acabam se tornando professores. Essa situação evidencia a importância de políticas públicas que garantam a formação pedagógica desses profissionais, conforme alertam, entre outros, Moura (2008) e Machado (2008), considerando-se as especificidades do processo ensino aprendizagem.


Texto completo:

PDF


DOI: https://dx.doi.org/10.17561/reid.n20.2

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.



  

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional