Educação do campo: a trajetória das casas familiares rurais em Santa Catarina - Avanços e desafios da experiência

  • Dimas de Oliveira Estevam Unesc
  • Giovana Ilka Jacinto Salvaro Unesc
  • Rossandra Oliveira Maciel UFPR
  • Liara Darabas Ronçani Unesc

Resumen

Resumo: O objetivo do artigo é analisar a trajetória das CFRs em Santa Catarina. O estudo também procurou descrever as contradições e os reveses do movimento no estado, as perspectivas e as discussões do movimento no território catarinense. Além disto, buscou retratar, ainda que de maneira singular, sua trajetória no país. A metodologia utilizada no artigo foi a pesquisa descritiva em que se utilizou fontes documentais primárias e secundárias. As fontes secundárias foram obtidas através de trabalhos científicos (teses, dissertações, livros e artigos); e as fontes primárias feitas através de registros escritos durante o Seminário Estadual das CFRs de Santa Catarina, realizado em Florianópolis – SC, no ano de 2011. As considerações finais do artigo apontam para forte dependência das CFRs do poder público local, isso fragiliza o movimento, deixando-o a mercê da “boa vontade” em ajudar dos governantes públicos. A falta de estabilidade do aporte de recursos fragiliza-as e muitas experiências acabam encerrando suas atividades.

 

Palavras chave: Educação do Campo; Casa Familiar Rural; Pedagogia da Alternância.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Dimas de Oliveira Estevam, Unesc
É Professor do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico (PPGDS) da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). Concluiu o Doutorado em Sociologia Política (Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC) em 2009, o Mestrado em Administração (UFSC) em 2001 e a Graduação em Ciências Econômicas (UFSC) em 1995. Coordena o grupo de pesquisa GIDAFEC (Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Desenvolvimento Rural, Agricultura Familiar e Educação do Campo), credenciado pela UNESC e o CNPq. Membro do PAES/Unesc (Programa de Apoio a Economia Solidária)
Giovana Ilka Jacinto Salvaro, Unesc
possui graduação em psicologia pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2000), mestrado em psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004) e doutorado em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010). Atualmente é professora pesquisadora da Universidade do Extremo Sul Catarinense. Tem experiência na área de psicologia, com ênfase em psicologia social, atuando principalmente nos seguintes temas: movimentos sociais, agricultura familiar, desenvolvimento rural e cooperativas rurais, subjetividades, gênero e trabalho
Rossandra Oliveira Maciel, UFPR
Mestranda em Políticas Públicas pela UFPR
Liara Darabas Ronçani, Unesc
Estudante de economia pela Unesc
Publicado
2014-02-06
Cómo citar
Estevam, D. de O., Salvaro, G. I. J., Maciel, R. O., & Ronçani, L. D. (2014). Educação do campo: a trajetória das casas familiares rurais em Santa Catarina - Avanços e desafios da experiência. Revista Electrónica De Investigación Y Docencia (REID), (11). Recuperado a partir de https://revistaselectronicas.ujaen.es/index.php/reid/article/view/1221
Sección
Artículos