E o professor não veio... duas experiências de exibição de filmes como geradoras de diferentes possibilidades de trabalho e de conhecimento em sala de aula

  • Marizete Bortolanza Spessatto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina
  • Lia Schulz Centro Universitário La Salle. Canoas, Brasil

Resumen

A partir de uma discussão sobre mídia-educação e uso de mídias na escola, este artigo tem como objetivo analisar duas experiências de práticas de exibições de filmes em sala de aula, envolvendo duas turmas de sétimo ano do Ensino Fundamental. Na realização da pesquisa optou-se pelo estudo observacional e pela abordagem qualitativa, sendo que os dados foram coletados no decorrer das experiências com os filmes foram registrados para análise e sistematização posterior. O estudo envolveu cerca de 50 estudantes que participaram das experiências. No primeiro caso, os estudantes pediram para interromper a exibição porque não conseguiam compreender a história do filme disponibilizado pelo professor; no segundo, a professora se deparou com questões muito delicadas acerca dos lugares sociais dos sujeitos envolvidos a partir de uma produção que os próprios alunos sugeriram. Nos dois momentos, os filmes não faziam parte de planejamento prévio e foram utilizados para preencher as aulas de professores faltantes. Constata-se que, além de as mídias serem usadas apenas como uma forma de ‘preencher lacunas’, havendo pouca ou quase inexistente relação com os conteúdos curriculares.  Embasado em tal análise, o artigo apresenta questionamentos acerca dos problemas na formação de educadores para o trabalho com as mídias e tecnologias nas faculdades de educação e demais licenciaturas, o que poderia capacitá-los para o uso apropriado e ampliado das mídias como ferramentas de ensino-aprendizagem.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Marizete Bortolanza Spessatto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina
Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina e mestre em Linguística pela mesma instituição. Professora do Centro de Referència em Formação e EaD do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina.
Lia Schulz, Centro Universitário La Salle. Canoas, Brasil
Doutora em Lingüística pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e mestre em Linguística Aplicada pela mesma instituição. Professora da Unilasalle. Av. Victor Barreto, 2288, Canoas-RS.
Publicado
2015-08-06
Cómo citar
Spessatto, M. B., & Schulz, L. (2015). E o professor não veio. duas experiências de exibição de filmes como geradoras de diferentes possibilidades de trabalho e de conhecimento em sala de aula. Revista Electrónica De Investigación Y Docencia (REID), (14). Recuperado a partir de https://revistaselectronicas.ujaen.es/index.php/reid/article/view/2529
Sección
Artículos