Dos contatos iniciais ao bom da migração venezuelana: aspectos linguísticos.

  • Maria Ivone Alves Silva Universidade Federal de Paraná (UFRR)-Brasil
  • Pierre François Guisan Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)-Brasil

Resumen

Esta pesquisa tem como objetivo apresentar uma descrição em torno dos contatos do povo brasileiro e venezuelano, considerando desde os contatos iniciais até o bom da migração venezuelana nos últimos anos. Metodologicamente fizemos uma abordagem bibliográfica perpassando por pesquisas que dão conta dos principais fenômenos linguísticos e suas ocorrências quando do contato entre povos, especialmente os trabalhos realizados na América do Sul, como Elizaincín, Behares e Barrios (1987) e Couto (2009), buscando conhecer sempre essas ocorrências no âmbito das fronteiras. A Fundamentação teórica deste trabalho perpassa pelos conceitos dos principais fenômenos linguísticos que podem ocorrer durante o contato de línguas e também as especificidades das situações de contato da fronteira Brasil-Venezuela, considerando que esta região sempre esteve mais próxima geograficamente de ambas cidades fronteiriças do que especificamente dos grandes centros de suas respectivas nações. Os resultados dão conta de que podem ocorrer vários fenômenos linguísticos durante este contato de povos considerando que estes, possivelmente, a exemplo do que aconteceu em períodos históricos anteriores em outras regiões do Brasil as formações de ilhas linguísticas e portanto, as mudanças que daí decorrem.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2019-12-01
Cómo citar
Ivone Alves Silva, M., & François Guisan, P. (2019). Dos contatos iniciais ao bom da migração venezuelana: aspectos linguísticos. Revista Internacional De Apoyo a La inclusión, Logopedia, Sociedad Y Multiculturalidad, 5(3), 120-128. Recuperado a partir de https://revistaselectronicas.ujaen.es/index.php/riai/article/view/5073
Sección
Artículos de reflexión